O futuro dos servidores é… submerso

servidores-liquid-cooling

A Microsoft divulgou recentemente que está a testar a implementação de arrefecimento líquido submerso nos seus servidores e data centers. Com isto, a gigante tecnológica procura aumentar a sustentabilidade dos seus sistemas e, claro, a sua eficiência.

Assim, os recursos consumidos para o desempenho semelhante ao atual seria bem menor nestes servidores e data centers.

O hardware dos servidores é submerso em duas cubas com um líquido próprio desenvolvido pela 3M para este propósito e não danifica os componentes.

O processo de arrefecimento é semelhante a outros de arrefecimento líquido. O calor dos componentes passa para o líquido que é responsável pela dissipação do dito calor.

O sistema funciona em loop. O líquido, depois de absorver o calor do hardware e ferver, passa num condensador que entra em contacto com o gás e arrefece novamente o líquido. Depois o processo repete-se.

Além da eficácia e eficiência do método, a Microsoft não se cansa de sublinhar a sustentabilidade do mesmo e o reduzido consumo de matérias primas.

Apesar dos bons indicadores, esta tecnologia ainda está em testes e não é utilizada em larga escala.

Comentários Facebook